Kestra Consumíveis de Soldagem

Artigos

Fique por dentro de tudo que acontece no mundo da soldagem

Arames Sólidos GMAW e Arames Tubulares FCAW

27/12/2012

Arames Sólidos GMAW e Arames Tubulares FCAW

Traduzido pelo Deptº Técnico da KESTRA

Existem muitos processos de soldagem e arames diferentes e pode ser difícil escolher qual se adaptará melhor à sua aplicação.

Vamos examinar as diferenças entre os processos de soldagem GMAW com arame sólido e FCAW com arame tubular. Esses processos são muito populares e têm algumas semelhanças, mas também algumas diferenças muito grandes. Para determinar qual processo utilizar é necessário verificar algumas variáveis importantes. Algumas das variáveis seriam: espessura do material a ser soldado, gás de proteção, velocidade de alimentação do arame, corrente de soldagem, local de trabalho e aparência da solda. Não existe uma solução única para todos os casos e todas as variáveis relacionadas acima vão afetar a decisão a ser tomada para usar arame sólido ou tubular.

A soldagem a arco com gás de proteção e arame metálico é identificada pela AWS como GMAW, e é também conhecida popularmente como soldagem MIG (Soldagem com gás inerte e arame metálico) e utiliza um arame sólido contínuo como metal de adição e um gás de proteção fornecido por um cilindro de alta pressão. O arame de aço carbono é geralmente revestido com cobre para protegê-lo da oxidação, melhorar a condutibilidade elétrica, aumentar a vida da ponta de contato e melhorar o desempenho do arco. Todos os demais tipos de arame também podem ser aplicados pelo processo GMAW: aços inoxidáveis, ligas de níquel, alumínio, etc.

O soldador deve ajustar a máquina para CC+ (corrente contínua, polaridade positiva). O gás de proteção é geralmente uma mistura de argônio e gás carbônico ou gás carbônico puro. A finalidade ... ver completo